Você está aqui: Página Inicial / Notícias do Setor / Abetre na mídia / Abetre apresenta panorama sobre a implementação da PNRS

Abetre apresenta panorama sobre a implementação da PNRS

Fonte: Fundação Proamb - Data: 11/09/2013

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que está sendo debatida em todo o país, foi o tema da palestra proferida nesta terça-feira, 10 de setembro, em Caxias do Sul, pelo diretor da Associação Brasileira de Empresas de Tratamentos de Resíduos (Abetre), Diógenes Del Bel. Ao abordar o panorama atual da PNRS, que deve estar implantada em 2014, Diógenes foi enfático em afirmar que a implantação da Política ainda tem um longo caminho. Ao falar para mais de 60 pessoas, o dirigentes salientou que os resíduos devem ser levados em consideração nos seus aspectos econômicos, ambientais e sociais, sendo que a PNRS engloba todas as atividades que impactem o meio ambiente.

Ao explicar a amplitude da Política, que define os resíduos conforme a origem (urbanos, industriais, da construção civil, de saúde, portos e aeroportos, agrossilvipastoris e de mineração), Diógenes abordou que a PNRS também trata de questões sobre coleta seletiva, inclusão social dos catadores e logística reversa. O evento foi realizado pela Fundação Proamb, Associação de Engenheiros, Arquitetos, Agrônomos, Químicos e Geólogos de Caxias do Sul (SEAAQ), Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção RS (Abes) e Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e Região (Simecs) e aconteceu no auditório do Simecs.

O dirigente da Abetre salientou alguns gargalos da Política. A existência de questões que são altamente suscetíveis às mais diversas interpretações e a dificuldade que as empresas têm em se adaptar às exigências de cada órgão ambiental (federal, estadual e municipal), que não seguem uma padronização, foram apontadas por Diógenes como questões a serem amplamente debatidas.  Ele salientou, ainda, a importância de padronizar terminologia e linguagem no tocante aos resíduos no país, servindo de base para implementação do Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos perigosos (CNORP), além da instituição do Sinir - Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos (www.sinir.gov.br), para que as informações constantes do sistema possibilitem o acompanhamento da gestão dos resíduos sólidos.

Sobre a logística reversa, Diógenes afirmou que foram instituídos grupos técnicos temáticos para discutir os acordos com cinco setores: embalagem de óleos lubrificantes, embalagens em geral – plástico, metal, papelão e vidro – eletroeletrônicos, lâmpadas de mercúrio e mistas e a cadeia de medicamentos.

Abes – Sub-Seção Serra

Realizadora conjunta da palestra com Diógenes Del Bel, a Abes-RS apresentou após o evento a diretoria da Sub-Seção Serra da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental  do Rio Grande do Sul, que tem como presidente o engenheiro Edson Rippel (Samae) e, como vice, Andressa Brandalise (Fundação Proamb).

registrado em: