Você está aqui: Página Inicial / Notícias do Setor / Notícias do setor / Sistema eletrônico para movimentação de resíduos

Sistema eletrônico para movimentação de resíduos

JI News - 16/10/15

Nova ferramenta monitorará o transporte e a destinação de resíduos dentro de Santa Catarina

 

Criciúma (SC)

Destinadores, transportadores e geradores de resíduos de Criciúma e região participaram de um treinamento na tarde desta quinta-feira, dia 15, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic). As orientações repassadas foram referentes ao Sistema Eletrônico para Controle de Movimentação de Resíduos e Rejeitos (MTR). Esta nova ferramenta, desenvolvida pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) e pela Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos (Aberte), será usada para monitorar o transporte e a destinação de resíduos dentro de Santa Catarina.



De acordo com o diretor regional da Abetre, Odilon Amado Júnior, que ministrou o treinamento, o sistema foi criado através da Lei 15.442/2011 e determina que toda vez que o resíduo for levado para o destino final, a carga deve ser acompanhada pelo MTR. “Anteriormente, este processo era feito manualmente e com este sistema haverá uma maior agilidade e um melhor acompanhamento das cargas”, explica. Assim será possível saber se os resíduos estão sendo levados para locais licenciados.

Este sistema está disponível desde junho, no entanto, a partir do dia 18 de novembro passará a ser obrigatório e as empresas terão que se adequar. No treinamento, Júnior explicou a origem do sistema, como se cadastrar e explanou sobre o uso da ferramenta. “Estamos fazendo estes treinamentos para explicar como funciona essa novidade, que já referência para outros Estados”, comenta.

Este sistema fornecerá ao órgão ambiental um panorama geral tanto da quantidade de resíduos produzidos nas atividades industrial e comercial, como sua origem e, principalmente, o destino final. O treinamento foi realizado por meio de uma parceria com a regional Sul da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc). De acordo com o presidente da regional Sul, Dimício Vidal, levar aos associados informações e capacitá-los para as constantes mudanças é uma das primícias da federação.

 

Texto: Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
registrado em: