Você está aqui: Página Inicial / Notícias do Setor / Notícias do setor / Vilhena inaugura primeiro aterro sanitário legalizado do Cone Sul

Vilhena inaugura primeiro aterro sanitário legalizado do Cone Sul

Fonte: Folha de Vilhena Data: 30/07/2013

vilhena 1

Na manhã deste sábado, 20, foi inaugurada a Central de Destinação de Resíduos (CDR) no território de Vilhena, única no Cone Sul legalmente reconhecida pela lei 12.305, que trata da Política Nacional  de Resíduos Sólidos. O evento contou com a presença de Nanci Ribeiro, titular da Secretaria do Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam-RO), e o Governador de Rondônia, Confúcio Moura.

vilhena 2

Durante o cerimonial de abertura do aterro, Nanci Ribeiro destacou a obra falando de sua legalidade. “Empreender um negócio de saneamento é desafiador, mas um negócio de saneamento correto”, pronunciou Nanci.

O aterro, empreendimento privado realizado pelo empresário Fausto Moura, será destino do lixo dispendido pelo serviço público do município, atualmente despejado em área aberta localizada na entrada da cidade, onde moram mais de vinte famílias assentadas no lixão municipal. Dessas famílias, 50 coletores e seletores de lixo irão trabalhar na CDR, através da Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Materiais Recicláveis do Estado de Rondônia (COOP-Camaro), entidade constituída entre os moradores e Fausto Moura.

vilhena 3

Com a implantação do Centro de Destinação e a parceria entre a cooperativa e a empresa de Fausto, os trabalhadores que vivem do lixão passarão a ter carteira assinada, direitos trabalhistas garantidos e salário fixo. No aterro, foi construída uma estrutura para atender a cooperativa com barracão para seleção do material, banheiros, refeitório, entre outros benefícios.

A utilização do Centro de Destinação está previsto para os próximos 50 anos, com capacidade para aportar adequadamente todo o lixo produzido no Cone Sul inclusive. Atualmente, só Vilhena produz cerca de 70 toneladas de lixo por dia segundo a Secretaria de Comunicação do município (Semcom), sendo construídas células revestidas com manta PAD, que evita a contaminação do solo, do lençol freático e serve para prevenir o mau cheiro causado pelos materiais descartados junto das plantações de eucalipto presentes na obra.

vilhena 4

O governador Confúcio Moura, médico formado na Universidade Federal de Goiás, destacou a importância desses recursos para a manutenção de um ambiente de trabalho saudável, “Com isso, podemos ajudar a conter vetores de doenças como ratos, mosquitos e baratas por exemplo”.

Ainda conforme a Semcom, o sistema funciona de modo parecido ao que existe em indústrias frigoríficas – tanques de decantação que possibilitam água em condição suficiente para retornar aos rios, sem perigo de contaminação.

Texto: Calil Machado

Fotos: Calil Machado